Conheça nossos Programas Educativos

Uma xícara de saber

Cafés especiais

Café com leite

Vovôs do Café

Café para todos

O que é o programa?

Abrange cursos, oficinas e workshops para formação e capacitação de diversos públicos. São atividades que introduzem e fortalecem o conceito de educação patrimonial e a importância da história do café para o Estado de São Paulo e para o Brasil.

Como funciona?

São oferecidos cursos para públicos-alvo (agentes culturais, professores, guias de turismo), a fim de apresentar o conceito de patrimônio cultural e fomentar a rede de parceiros disseminadores de informação.

Como são as atividades?

No programa são desenvolvidas várias atividades de formação, com os seguintes destaques:

Oficina para professores

Voltada a professores de escolas públicas e privadas, com a proposta de apresentar a educação não-formal como recurso complementar da educação formal.

Guia amigo do café

Direcionado a guias de turismo atuantes no mercado e estudantes de turismo.  São introduzidos ao conceito de patrimônio cultural, sua importância, necessidade de preservação e aprendem a aliar turismo à preservação.

Curso para educadores de museus e instituições culturais

Destinado a pessoas que atuam ou pretendem atuar em setores educativos das instituições culturais.

O que queremos?

Formar profissionais qualificados para trabalhar em instituições culturais, fortalecendo o setor.

O que é o programa?

O programa Cafés Especiais tem o objetivo de facilitar o acesso de pessoas com deficiência ao conteúdo disponibilizado pelo Museu do Café, por meio de atividades específicas, voltadas a atender diferentes necessidades.

Como funciona?

O programa apresenta atividades que trabalham com os sentidos. Cada ação é adaptada de acordo com as necessidades do grupo, valorizando a experiência e a participação dos visitantes no ambiente do Museu do Café.

Como são as atividades?

Os Sentidos do Café

Visita sensorial em que os participantes são convidados a interagir com objetos e imagens das exposições do Museu do Café.

Sabor Especial

Ação destinada a aguçar o paladar, um dos sentidos mais importantes. Na atividade, o participante faz uma degustação de café, como um autêntico classificador de café.

O que queremos?

O programa Cafés Especiais apresenta o conteúdo exposto no Museu do Café a pessoas com deficiência por meio de atividades que estimulem os seus sentidos.

O que é?

É um programa que visa aproximar o público infantil do Museu e estimula a criança a trabalhar com diferentes formas de linguagem.

Como funciona?

As atividades são de grande interatividade e estimulam a atenção e o envolvimento dos pequenos.

O programa divide-se em três faixas etárias: 2 a 6 anos, 7 a 9 anos e 10 a 12 anos. Consiste em atividades educativas, de acordo com as diferentes linguagens do universo infantil, para que os participantes se expressem livremente, despertando a curiosidade sobre a importância da história do café no Brasil. O programa é composto de atividades como música, jogos, brincadeiras, artes visuais e teatrais.

Como são as atividades?

Violinha de Café

Público-alvo: Crianças entre 2 e 6 anos.
Duração: 40 – 60 min.
Descrição: História do café e sua morfologia contadas ao som de violão e com o auxílio de personagens e coreografias.

Um dia de Calixto

Público-alvo: Crianças entre 7 e 9 anos.
Duração: 1h30
Descrição: A visita educativa é direcionada para a biografia de Benedicto Calixto. As crianças se inspiram no artista a partir de desenhos feitos com a borra do café e, no final da atividade, expõem suas obras.

Musicando com Café

Público-alvo: Crianças entre 7 e 9 anos.
Duração: 1h30
Descrição: Uma viagem histórica com músicas executadas por instrumentos confeccionados com materiais recicláveis pelos próprios participantes. O objetivo é apresentar as relações de trabalho do café e os princípios básicos de preservação ambiental.

Visita Curiosa

Público-alvo: Crianças entre 10 e 12 anos.
Duração: 1h30
Descrição: Visita educativa das partes interna e externa do edifício, que são apresentados os detalhes curiosos sobre o prédio, a história do café e o Museu. Após a visita, é oferecida uma atividade artística em que os participantes expressam o que sentiram, aprenderam e do que mais gostaram da atividade.

Minibarista

Público-alvo: Crianças entre 10 e 12 anos.
Duração: 1h30
Descrição: As crianças divertem-se com o latte art, habilidade de fazer figuras na superfície de bebidas à base de café espresso, e têm a oportunidade de conhecer um pouco do trabalho do barista.

O que queremos?

O programa Café com Leite busca tornar acessíveis, ao público infantil, a história do café, a importância da preservação do patrimônio histórico e criar uma consciência ambiental ao usar materiais recicláveis em jogos e instrumentos musicais construídos pela própria criança.

O que é?

O programa Vovôs do Café é um conjunto de atividades voltadas ao público de terceira idade, que trabalham a experiência e memória dos participantes. Seu intuito é incentivar e fortalecer a autoestima do idoso, de modo que se reflita na percepção de sua importância na sociedade.

Como funciona?

O programa é fundamentado no conceito de história oral, um processo de trabalho que inclui o diálogo e a colaboração das pessoas, levando-se em conta suas experiências e memórias.

Como são as atividades?

Nossas Histórias: resgate da memória dos idosos, com utilização de objetos relacionados ao mundo do café. Há também um trabalho com músicas e atividades com dança.

Vovôs no Museu: visita educativa às exposições do Museu, seguida de uma degustação de café.

O que queremos?

Ajudar no resgate da memória individual e coletiva, promovendo a troca de experiências entre os participantes. Realizar atividades que proporcionem um ambiente agradável, em que o público expresse suas emoções e vivências, sentindo-se parte integrante e produtiva da sociedade.

O que é?

O programa Café para Todos busca aproximar público em condições de vulnerabilidade social aos espaços do Museu do Café e promover o acesso gratuito à cultura a partir da participação em visitas especiais, atividades e palestras.

Como funciona?

Consiste em duas atividades educativas relacionadas ao universo do café, nas quais os participantes aprendem desde as etapas de cultivo do grão da planta até o preparo de uma xícara do produto, bem como diferentes formas de preparo da bebida.

Quais são as atividades?

Uma xícara de história: destinado ao público adolescente e adulto, consiste em uma visita educativa às exposições do museu, finalizada por uma degustação com dois tipos de café: o tradicional – encontrado facilmente nos estabelecimentos comerciais e consumido pela maioria das pessoas – e o gourmet – comercializado nas cafeterias especializadas ou exportado para diversos países. A atividade tem duração de 2 horas.

Meu Espresso: consiste em uma capacitação voltada para o mercado de trabalho com duração de 6 horas. Jovens e adultos aprendem na teoria e na prática a manusear máquinas de café espresso, além de noções de torra e moagem dos grãos.

O que queremos?

O programa Café para Todos busca resgatar a autoestima e autoconfiança dos participantes. Pretende-se, durante as etapas, despertar a conscientização sobre a importância da história do café para a cidade de Santos e para o Estado de São Paulo. A proposta é de que os participantes se sintam parte dessa história e da comunidade onde vivem. As atividades ajudam a estabelecer um diálogo entre o museu e a comunidade ao seu redor.