Peneiras de Classificação

Dec.1910-1960
Madeira e metal

Feitas de madeira e metal, as peneiras são utilizadas em conjunto para classificar os grãos de café de acordo com seus tamanhos e formatos. A classificação do grão determina o tipo (graduação) do café baseado na quantidade de grãos imperfeitos e impurezas presentes em uma amostra, e o tamanho dos grãos, medidos pelas peneiras. O conjunto dos defeitos também é pesado, chegando a uma porcentagem do peso total da amostra.

Há peneiras com crivos retangulares, usadas para os cafés chatos, e as com crivos redondos, usadas para cafés do tipo “moca”. As medidas de seus crivos são dadas em frações de 1/64 polegadas (uma peneira de número 13, equivale a 13/64 polegadas), variando entre os números 8 ao 20.

O conjunto é formado por peneiras que pertenceram ao corretor de café Álvaro Vieira da Cunha, doadas ao Museu do Café em 2005. Parte das peneiras foram adquiridas por seu pai, fundador do escritório Santa Rita, em 1902, e o restante a partir década de 1960, quando o doador assumiu os negócios da família.



Governo do Estado de SP